Feira de Adoção na MaisPets!

Feira de Adoção na MaisPets!

Novidades

A frase “os animais são os melhores amigos do homem” é uma verdade absoluta. Através desses seres cheios de carinho para dar é possível experimentar o que é amor incondicional. Mesmo proporcionando apenas coisas boas, infelizmente eles têm a má sorte de encontrar em seu caminho um tutor irresponsável, que ao primeiro problema o abandonará.  Essa realidade atinge principalmente os grandes centros urbanos e tornou-se um problema de saúde pública. Cachorros e gatos em situação de rua morrem em menos de um ano, vítimas de doenças, atropelamentos, além da maldade humana.

Diante de uma situação tão triste, um grupo de voluntários se uniu através da internet e criou o projeto Kãotinho do Coração, que recupera animais abandonados nas ruas, vítimas de maus tratos, deixando-os castrados e vermifugados, prontos para receber um novo lar cheio de amor!

Consciente de seu papel social em proporcionar aos animais o que há de melhor, a MaisPets promoverá no próximo dia 19/08, das 11:00 às 16:00, sua primeira feira de adoção, em parceria com o Kãotinho do Coração, na unidade MaisPets Tremembé, localizada na rua Maria Amália Lopes , 730, com cachorros e gatos.

Como o projeto não possui nenhum tipo de incentivo público ou privado, ele conta com a sua ajuda e doaçõe para continuar existindo! Para cada animal doado, é cobrada uma taxa de R$100,00, que é revertida em produtos para os animais, como rações e medicamentos. Os adotantes também podem realizar a compra destes produtos, no valor de R$100,00 e entregar ao Kãotinho do Coração!

Agora, se você já tem um filho de quatro patas e apesar da vontade não consegue levar mais um para casa, pode contribuir com o projeto de outras formas! No dia do evento, serão comercializadas camisetas para angariar fundos ou mesmo realizar a doação de produtos em espécie, para ajudar esses anjos a continuarem a cuidar com muito amor destes animaizinhos, que continuam esperando por uma família para chamar de sua!

 

Imagens: Reprodução.

Publique o seu comentário